LEÕES DO NORTE DERRUBAM GUERREIROS

Por: Júlio Paulino
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Foto de Luís Massalo
 
O Sporting de Nampula sofreu ontem para impor uma magra derrota ao Chibuto, por 1-0, numa partida em que as duas equipas estiveram sob comando de treinadores interinos. Apesar desta vitória, o Sporting de Nampula continua posicionado no lugar menos privilegiado da tabela classificativa do Moçambola.
Volvidas doze jornadas, o Sporting de Nampula amealhou a sua segunda vitória na prova-mãe do futebol moçambicano, baptizada por Moçambola, na sua edição de 2018, estando esta formação numa posição menos boa na tabela classificava, ao se posicionar nos três últimos lugares.
Jogando no seu reduto, “campo emprestado”, a primeira parte do encontro foi monótona, circuscrevendo-se num pobre espéctaculo, protagonizado pelos 22 atletas em campo.
Nos minutos iniciais as duas colectividades tiveram sortes idênticas, onde para o Sporting o jogador Chalito, aos dois minutos, tentou enganar um dos defesa na entrada da pequena área, quando tinha tudo para finalizar e com o guarda-redes do Chibuto totalmente batido um dos defesas recuperou a bola, sacudindo para fora das quatro linhas.
Seguidamente, de novo a sorte recaiu para Chalito, que fez um passe a Sankanhe, que cabecea a bola directamente para as mãos de Tchando. Já para a equipa forasteira, Hammed esteve isolodo com Aníbal, mas no lugar de fazer um chapéu bateu frouxo e a bola foi cair nas mãos do guarda-redes.