COSTA DO SOL ESTÁ MUITO ABAIXO DAS EXPECTATIVAS

Por: Joca Estêvão
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos de Jaime Machel
 

O Costa do Sol conquistou o seu último título em 2007 e já passou dez anos que os adeptos que não conhecem o sabor de festejar por um campeonato. No ano passado, o Costa do Sol conseguiu vencer a Taça de Moçambique e foi vice-campeão, a mesma posição tida em 2015. Rui Tadeu, enquanto dirigente, dinamizou grandes conquistas ao serviço dos canarinhos. Teve uma participação que jamais será esquecida nas hostes daquela colectividade pelo seu envolvimento nas maiores conquistas. – Passa muito tempo com ausência de resultados. No tempo que lá estive como profissional fui sujeito anos e anos a uma pressão que se não ganhasse era uma calamidade. O Costa do Sol é um clube para o primeiro lugar. Não quero mais nada que não seja ser campeão. Somos mais vezes vice-campeões do que campeões. E não podemos nos contentar com isso. Hoje, há quem se atreve a querer festejar um segundo lugar. Em bons tempos, a filosofia do Costa do Sol, o segundo era o primeiro dos piores, afirmou Rui Tadeu, declarando ainda sobre a ligação contratual dos jogadores com o clube. “Não se sabe se os jogadores são do clube, dos patrocinadores ou directores” porque não fica claro. Tadeu considera que o Costa do Sol perdeu respeito por si mesmo e culpa os associados pelo rumo que foi tomado, realçando aqueles que têm melhor capacidade de se insurgir perante as atrocidades que foram surgindo ao longo dos anos.

Leia mais...