Angola é a primeira equipa africana no Mundial sub-16

As irmãs do Atlântico começaram por criar um parcial de 0-8, no primeiro período, ao qual venceram por 7-11.

O segundo período também foi favorável (17-36). Quando se pensava que as egípcias pudessem reagir à altura, cederam nova desvantagem (31-51). Aliás, as angolanas estiveram em largo momentos do jogo a perder por mais de 20 pontos (21-42), (25-48), (28-51), até perderem o embate por 42-59.

Elisa Pires, seleccionadora de Angola, falando à nossa reportagem, disse que “o objectivo está cumprido. O que nos trouxe aqui era qualificar esta equipa para final. Amanhã é outro jogo e vamos entrar aqui para ganhar. Esta vitória é para todos os treinadores das camadas de formação, principalmente aqueles que sempre acreditaram em nós. Devo dizer que esta selecção começou a trabalhar no dia 19 de Julho e ninguém falava dela, mas aqui provámos. O Mundial para a história do sub-16 feminino”.