Siga-nos:

Opinião

Basquetebol

Notícias

Editorial

Retrovisor

Tabela de Preços

Estamos na briga de “cachorro grande”

Aleixo Fumo passa a ver o seu nome a confundir-se com a história da existência do Ferroviário da Beira. Para além da Taça de Moçambique já conquistada, chamou a si a proeza de ser o primeiro treinador a levar os “locomotivas” da capital provincial de Sofala ao primeiro título nacional e, igualmente, primeiro técnico a qualificar a turma beirense para a fase de grupos, nesta que será a quarta presença de uma equipa moçambicana nesta etapa da Liga dos Campeões Nacionais, depois do Ferroviário de Maputo por duas vezes e o Costa do Sol.

Entre abraços, elogios e outras formas de saudação, Aleixo Fumo falou para o “desafio”, manifestando a sua alegria pelo feito.

– É um sentimento de missão cumprida. Atingir esta fase de grupos era um objectivo definido para esta época. Conseguimos e… missão cumprida. A qualificação pode surpreender aqueles que não estavam por dentro daquilo que eram as nossas intenções, porque desde o primeiro momento dissemos que o nosso objectivo era este: chegarmos a fase de grupos. Portanto, isto mostra que com determinação, querer e vontade, é possível fazer-se o que, aparentemente, não está ao nosso alcance.

César Langa/Luís Muianga

 

0
0
0
s2sdefault
2final.gif
BNIfinal.gif
1final.gif
publicidade.gif

Sondagem

O que acha do site?

Quem está online?

Temos 91 visitantes e sem membros em linha

Banca de Jornais

Sociedade do Noticias
  • EconomiaEconomia
  • CulturaCultura
  • DomingoDomingo
  • DesafioDesafio
  • NotíciasNoticias

Conselho de Administração

Bento Baloi Presidente

Rogério Sitoe Administrador

Cezerilo Matuce Administrador