Merecíamos outra sorte

“Tivemos uma primeira parte bastante disputada e se não marcámos foi porque a pontaria não esteve do nosso lado. Felizmente conseguimos manter o equilíbrio do jogo e isso revela que a equipa está a reagir positivamente ao trabalho que temos vindo a efectuar semana após semana.

Sentimo-nos condicionados na segunda parte, isto porque a arbitragem nalgum momento mostrou dualidade de critérios no ajuizamento de alguns lances. Mas não é por aí que irei avaliar o desempenho dos meus jogadores. Só posso dizer que merecíamos outra sorte”, Antero Cambaco, técnico do Desportivo de Nacala.

Raimundo Zandamela

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão