EMPATE CASEIRO DESCONFORTA FABRIS

Por: Domingos Boaventura 

O Textáfrica empatou, ontem, no seu reduto, sem golos, frente ao Ferroviário de Maputo, no jogo da décima terceira jornada do Moçambola-2018. Os locomotivas entraram bastante agressivos, tentando pressionar a turma fabril a confinar-se no seu reduto mais recuado. No minuto três os visitantes beneficiaram de um cruzamento de canto, mas sem sucesso porque o guarda-redes Agnaldo soube controlar o esférico. Aliás, porque os donos da casa sempre quiseram mostrar domínio no seu próprio reduto jogondo mais para o meio-campo, onde estava David a fazer combinação com Osvaldo e Dário. No minuto 7 o Textáfrica cruzou um canto que foi mesmo para as mãos do guarda-redes Franque. Registo para alguma superioridade dos donos da casa quando Jongue perdeu a primeira oportunidade de golo, aos 17 minutos. O avançado esteve isolado na grande área mas rematou para longe da baliza locomotiva. Nisto, diga-se que o capitão Jeitoso foi imbatível. Tinha a responsabilidade de tirar as bolas para longe da baliza. Cortou todas investidas dos fabris do planalto, que procuravam somar mais três pontos, que lhes permitiriam somar 24 e “roçar” o campeão (Ferroviário de Maputo), com 25 pontos na tabela classificativa. 

 

Leia mais...