Entrar com toda a carne no assador

O que vejo nos meus jogadores é muita ansiedade e eu e a meus adjuntos estamos a trabalhar no sentido de diminuir a mesma, porque entendemos que pode ser fatal para aquilo que são os nossos objectivos nesta fase. Obviamente que queremos estar na final apesar de reconhecer o valor do adversário que tempos pela frente. O HCB está melhor nesta sua fase e vai procurar nos contrariar. Vamos entrar com tudo, vamos entrar meter toda a carne do assador, respeitando como é normal o adversário que é muito difícil. Não obstante, jogamos em casa e os nossos adeptos serão o nosso décimo segundo jogador,aduz Faífe na antevisão do jogo que a sua equipa vai fazer com a congénere de Songo, treinada por Artur Semedo.