Há um sonho que mora em Macuácua

Por isso, não cabe na cabeça do seu patrono, Timóteo Fuel, que a sua equipa não se irá qualificar para o Moçambola-2017.

Foi debaixo de um calor intenso que nos deslocámos ao distrito de Manjacaze, situado a sul da província de Gaza, fazendo limites geográficos, a norte, com o distrito de Panda, a leste com o distrito de Zavala, ambos da província de Inhambane, a sul com o Oceano Índico, a sudoeste com o distrito de Xai-Xai e a oeste com o distrito de Chibuto, sendo que a sua superfície é de 3748 km² e tem uma população de 168 969 habitantes, de acordo com o último recenseamento de 2007.

O destino era o posto administrativo de Macuácua, um dos sete postos administrativos que compõem o distrito de Manjacaze, para onde íamos a fim de reportar e dar a conhecer a génese da Associação Desportiva local, que por estas alturas constitui motivo de conversa em vários círculos do futebol moçambicano. Isso mesmo!

Foi exactamente em 2012 que os trabalhadores da Construções Fuel decidiram juntar o útil ao agradável criando uma equipa de futebol, como forma de contribuir para o desporto, particularmente o futebol, naquele posto administrativo, tendo no mesmo ano o clube entrado no Campeonato Provincial de Futebol de Gaza.

Basta dizer que a ADM conta neste momento com 194 sócios, sendo que todos são trabalhadores da empresa e estão com quotas em dia, em valores que variam dos 100 a 200 MT, dependendo do salário que cada trabalhador aufere.

- A ideia da criação da Associação Desportiva de Macuácua surgiu de nós trabalhadores da Construções Fuel, sendo que até ao momento a maior parte dos dirigentes do clube trabalha nesta empresa. No mesmo ano da fundação do clube, competimos no Campeonato Provincial e ficámos na terceira posição. No ano passado, ficámos na segunda posição, razão pela qual estamos na segunda Divisão, porque em cada província se apuravam os primeiros três primeiros classificados –explica Timóteo Fuel, patrono da ADM.