Luabo reclama condições para a prática desportiva

em particular no que se refere ao desporto-rei, em que há dificuldades na interpretação das regras de futebol, o que causa inúmeras confusões.   

Dausse explicou estar a enfrentar muitos problemas na comissão, como a falta de material desportivo, mas afirmou que, mesmo assim, a massificação do futebol vai sendo feita por professores de educação física.   

As principais dificuldades que temos são sobre material desportivo. Os apoios que temos tido reduziram. Para além disso, temos problemas de deslocações de um ponto para outro para a realização do campeonato inter-distrital, afirmou Armando Dausse.

De salientar que Luabo teve, nos anos 80, uma equipa de futebol, o Cessel de Luabo, que representou condignamente a província da Zambézia no Campeonato Nacional de Futebol, mas que veio perder o seu valor progressivamente até à sua extinção, na sequência das dificuldades económicas do distrito.

De recordar que neste momento a única equipa que representa a província ao mais alto nível é o 1º de Maio de Quelimane, que milita no Moçambola, que ainda não garantiu a manutenção na prova.