Sete jogadores da Bulls ficaram em Portugal

A ida a Portugal para “exposição” dos atletas da equipa da Associação Black Bulls (ABB) surtiu para já os efeitos desejados. É que para além de Bruno, que à partida já se sabia que ia ao Amora FC, outros sete – cinco moçambicanos – ficaram em terras lusas, três dos quais com acordos fechados enquanto a permanência dos restantes quatro dependerá do seu desempenho, pois os clubes que os acolhem nesta fase querem integrá-los de modo a testar o seu potencial antes do encerramento das inscrições.

Estes sete fazem parte de um grupo de 19 atletas – não se inclui Bruno – atletas que estiveram em observação durante 10 dias de permanência em terras lusas. De acordo com o patrono da ABB, Juneid Lalgy, os três (Johnson, Jesus e Maestro) que já têm a sua situação legalizada são os que vão vestir as cores do Amora FC onde já estão outros moçambicanos (Bruno foi se juntar a Gildo e Geraldo). Destes três, Abel, que é internacional pelos sub-20, vai aos juniores esperando que caso tenha sucesso no próximo ano possa integrar o plantel treinado por Litos enquanto os restantes dois integram a equipa principal.

DOIS NO PORTO B
Dois (Ossman e Fidel) ficam na equipa B do campeão português para melhor observação e posterior acordo. Esta é uma missão que não se afigura fácil porque “a segunda Liga portuguesa é de uma grande competitividade e como se não bastasse há um leque de jogadores com qualidade que não sendo opção na equipa principal do FC Porto estão a trabalhar na equipa B. Mesmo assim, acredito no valor destes jogadores e só o facto de terem esta oportunidade de treinar por mais duas/três semanas findo os quais dependendo do seu desempenho podem ficar já é positivo porque são poucos que tem esta possibilidade de provar seu valor numa equipa desta dimensão”, explica Lalgy que ressalva que “Ossuman já era referenciado pelos treinadores do FC Porto que trabalham na Black Bulls no âmbito da parceria existente enquanto Fidel teve oportunidade de ficar pela qualidade de desequilibrador evidenciada dos jogos realizados e assistidos pelo pessoal de scouting dos dragões”, concluiu.

Leia mais...