RESULTADOS REFORÇAM IDEIA DE INVESTIMENTO A LONGO PRAZ

Por: SALVADOR NHANTUMBO
Fotos de Arquivo
 
O quinto lugar conseguido por Moçambique na sua quarta aparição no Davis Cup (fase africana), ou simplesmente Taça Davis, que decorreu recentemente em Nairobi, no Quénia, é um feito nunca antes conseguido pela Selecção Nacional Sénior Masculina de Ténis neste tipo de torneios internacionais de “grand slam” e retoma a ideia de que o investimento a longo prazo e a todos níveis é crucial, sendo que o ténis é uma modalidade individual onde os resultados são fruto de uma projecção e acompanhamento de talentos dentro e fora do país. A Selecção Nacional, composta por Franco Mata, Ercílio Seda, Jonas Alberto, Bruno Nhavene e também pelo “capitão” (treinador) Bruno Figueiredo, terminou em quinto lugar entre os 10 países africanos que integram o Grupo 3 da Zona Europa/África e melhorou significativamente o seu “ranking”.