Connect with us

Clubes negligenciam licenciamento e desafiam FIFA!

Por: Raimundo Zandamela
Fotos de Arquivo

Se o Campeonato Nacional de Futebol, vulgo Moçambola, arrancasse hoje estariam habilitadas a participar apenas três clubes! Tratam-se do Ferroviário da Beira, Liga Desportiva de Maputo e “locomotivas” de Maputo. A razão para tal constatação deve-se ao facto de estes terem aderido ao processo tomando em conta a observância dos requisitos fixados relativos aos cinco critérios estabelecidos pelo sistema de licenciamento de clubes. Recorde-se que no dia 29 de Março do ano corrente, após ter sido realizada a primeira sessão de deliberação do Órgão de Primeira Instância (OPI), da Comissão de Licenciamento de Clubes (CLC), decidiu de forma unânime apurar e aprovar os supracitados a participarem na maior prova futebolística do país para esta época. A uma semana para o arranque do Moçambola e duas para o início do Campeonato Nacional de Divisão de Honra, a CLC decidiu não atribuir as licenças a onze clubes que ainda não reuniram os requisitos exigidos. Da lista destacam-se os seguintes: Clube Desportivo de Nacala, Grupo Recreativo de Textáfrica de Chimoio, Clube Desportos da Maxaquene, Clube de Desportos da Costa do Sol, Clube Ferroviário de Nacala, ENH Futebol Clube de Vilankulo, Clube Ferroviário de Nampula, Clube de Chibuto, Grupo Desportivo de Maputo, Baía de Pemba Futebol Clube e União Desportiva do Songo. Até ao fecho da nossa edição dois emblemas ainda não haviam aderido ao processo de licenciamento, sendo que nem a comissão conhece as reais causas dessa aparente indiferença, visto que os tais clubes nem sequer já se aproximaram junto deste órgão, nomeadamente Clube Desportivo do Incomáti e o Grupo Desportivo Têxtil do Púnguè. Ainda assim, os mesmos ainda têm a possibilidade de avançar. Aliás, António Gravata entende que esses clubes talvez estejam a trabalhar no sentido de conseguirem reunir os requisitos necessários.

{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in REPORTAGEM