Connect with us

BOLA PRESA

A HÓSTIA QUE MABJAIA NÃO SERVIU AOS ACÓLITOS

A HÓSTIA QUE MABJAIA NÃO SERVIU AOS ACÓLITOS

Na última semana o desporto nacional, em particular o basquetebol, passou por momentos conturbados. Não era para menos! É que dias depois de Milagre Macome e César Mujui terem iniciado o trabalho de preparação rumo à primeira edição do AfroCan – uma nova competição instituída pela FIBA-Africa destinada aos atletas que militam nos campeonatos locais – a Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB) informou à equipa técnica e aos atletas da Selecção Nacional sénior masculina que não participariam da prova que por estas alturas se disputa na capital maliana, Bamako.

Francisco Mabjaia, presidente da FMB, justificou a decisão do seu organismo pelo facto de não ter conseguido recursos financeiros e, estando nas vésperas da prova, não ter mais esperanças de conseguir a quantia necessária para uma participação condigna de Moçambique naquele evento continental.

Chocado com a informação, o combinado nacional, que passou por extremas dificuldades para treinar e deslocar-se a Harare (Zimbabwe), onde inclusive estreou-se com derrota diante dos anfitriões, antes de conseguir a qualificação, mostrou-se disposta a mais uma vez testar a sua resiliência. Pio Matos e Hugo Martins, dois dos atletas do combinado nacional, teriam disponibilizado os seus contactos para coordenar o pedido de apoio e patrocínio, que foi largamente expandido pelas redes sociais.

Deanof Potompuanha
{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in BOLA PRESA