Connect with us

REPORTAGEM

TEXTÁFRICA TEM DOIS ATLETAS COM IDENTIDADES FALSIFICADAS

TEXTÁFRICA TEM DOIS ATLETAS COM IDENTIDADES FALSIFICADAS

O Textáfrica do Chimoio está a utilizar dois jogadores com identidade falsificada. Trata-se de Di Maria e Tazman, como são tratados nos meandros futebolísticos, que jogaram por outras colectividades anteriores com outras identidades e estão neste momento a representar o primeiro campeão nacional.

A situação foi levantada pelo Têxtil do Púnguè e pode criar o mesmo movimento por outras colectividades do presente Moçambola, que também já tomaram conhecimento dos casos.

O Têxtil do Púnguè refere na sua carta-denúncia que Di Maria, com o nome de Mariano Finiasse Maquipe, usou o cartão licença 000855M97, emitido pela Federação Moçambicana de Futebol (FMF), quando este jogava pelo Sporting da Beira. No seu documento de identificação, na altura, a data de nascimento é 17 de Dezembro de 1997. Presentemente o mesmo jogador tem o nome de Marino Fimiasse Maquipe. Ou seja, o segundo nome mudou de Finiasse para Fimiasse. Pelo TexTEXTÁFRICA TEM DOIS ATLETAS COM IDENTIDADES FALSIFICADAS táfrica tem o cartão licença com o registo 000899M96, sendo a data de nascimento plasmada no seu bilhete de identidade o dia 17 de Março de 1996. Portanto, diferente da anterior. Segundo os fabris da Manga, o jogador em causa defrontou a sua equipa na primeira volta, na Soalpo, onde perderam por 2-1, e houve empate a um golo no Chiveve, na segunda volta.

Por: Joca Estêvão
Fotos de Arquivo
{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in REPORTAGEM