Connect with us

REPORTAGEM

HERÓIS ANÓNIMOS CARREGAM A CRUZ PARA SALAVAR BEBEC

HERÓIS ANÓNIMOS CARREGAM A CRUZ PARA SALAVAR BEBEC

Numa altura em que os poucos sobreviventes de um restrito grupo de pioneiros do Torneio de Futebol-Infanto Juvenil, inicialmente conhecido por Sobec e hoje Bebec, já perderam as forças e em nada podem contribuir em prol daquele que já foi um dos principais viveiros de talentos, há um grupo de “heróis anónimos” que carrega a cruz para salvar o evento, que nasceu na cidade de Maputo e se tentou expandir nalgumas capitais provinciais do país.

 Faça sol, chuva, calor e frio, eles continuam movidos pelo alto sentido de altruísmo, firmes e convictos nos seus ideias visando formar o futebolista de amanhã, mesmo no meio de imensas adversidades. David Mandlate, Júlio Matavele, Inácio Tembe, João José Mainato Timbe ou Sérgio Mula são o rosto de alguns “heróis anónimos” que continuam a abraçar a causa, deste que também foi a fonte de muitos jogadores que evoluíram em vários clubes nacionais, não só, e representaram as diversas selecções nacionais de futebol, com destaque para os Mambas, mas hoje entregue à sua sorte até por quem de direito.

Há quase uma década que o Bebec perdeu a força e o peso que representava não só para os clubes da capital, mas também para os amantes e simpatizantes do futebol, estes que não perdiam por nada a oportunidade de acompanhar de perto as grandes exibições da pequenada nos diversos bairros da cidade de Maputo.

Por: SALVADOR NHANTUMBO
Fotos de Arquivo
{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in REPORTAGEM