Connect with us

INTERNACIONAL

COMO “MATARAM” MARADONA

COMO “MATARAM” MARADONA

Diego Armando Maradona testou positivo no controlo antidoping na Copa do Mundo dos Estados Unidos, em 1994. Foi a 28 de Junho de 1994, num jogo contra a Nigéria, que “mataram” Maradona com aquela expulsão, que ditou o fim da carreira de “EL PIBE”, aos 33 anos de idade e com muito ainda por oferecer ao mundo.

Miguel Di Lorenzo, ex- -massagista da selecção da Argentina, revelou, recentemente, no “Super Deportivo Radio” da Radio Villa Trinidad, como foi o episódio que acabou com a carreira do 10. Di Lorenzo, mais conhecido como Galíndez, é uma lenda na selecção argentina. Esteve presente em três Copas do Mundo, embora a terceira e última seja a mais marcante.

“Não me esqueço daquelas imagens e a pior que tenho é a de Diego na Copa do Mundo de 94. Lembro que estava massageando Caniggia e aparece Serrini (antigo nutricionista do “Pelusa”) e me diz: entrega isso a Diego. Eu não liguei, não sabia o que era. Pegou um pouco de água e seis comprimidos que davam a Diego. Não era droga, era efedrina. Se eu soubesse do que se tratava, teria deitado fora. Ele tomou os seis comprimidos. Eu percebi depois em Dallas que acontecia algo muito estranho. Ninguém me dizia nada. Até que Goyco me disse: o 10 testou positivo. Fui para meu quarto e fiquei sem comer. Se eu soubesse disso, teria deitado tudo na merda”.

{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…} 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in INTERNACIONAL