Connect with us

ENTREVISTA

HÁ 22 ANOS QUE CHIQUINHO DEIXOU OS “MAMBAS”

HÁ 22 ANOS QUE CHIQUINHO DEIXOU OS “MAMBAS”

Recordar é viver. Este velho adágio ganha mais sentido nos dias atípicos que vivemos. O confinamento, para além de ser a nossa fiel companheira nas horas ociosas, obriga-nos a recorrer à máquina do tempo em busca de memórias e factos que fazem parte da história do nosso desporto e não só.

“Chegou a hora de dizer basta à Selecção Nacional e de dar lugar aos mais novos, para além de que não há nenhuma motivação para continuar a fazer parte dela. Sou profissional da bola e dependo do f u – tebol para viver, e não posso ficar prejudicado financeiramente por causa da selecção”. Foi com estas palavras, num dia como este (29 de Junho de 1998), que o ex-internacional moçambicano Francisco Queriol Conde Júnior, ou simplesmente Chiquinho Conde, numa entrevista ao nosso tablóide, disse adeus à Selecção Nacional de Futebol.

Chiquinho Conde disse que a sua posição era irreversível, acrescentando que havia chegado a hora de deixar de ser “Mamba” porque não havia nenhuma motivação para continuar a sê-lo.

Por: RAIMUNDO ZANDAMELA
Fotos de Arquivo e agências 
{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUBLICIDADE
Publicidade

More in ENTREVISTA