Connect with us

INTERNACIONAL

ENTRADA DE WITI FOI INSUFICIENTE PARA TRAVAR CAVALGADA LEONINA

O Nacional, do internacional moçambicano Witi, recebeu o líder Sporting Clube de Portugal, que em 13 partidas não perdeu um único jogo no campeonato, e perdeu por 0-2. O jogador dos Mambas entrou nos últimos oito minutos da partida e foi insuficiente para travar a cavalgada da equipa leonina.

Nem a chuva nem o vento demovem o líder Sporting da sua caminhada. Os leões venceram hoje o Nacional por 2-0, em condições climatéricas muito complicadas, e reforçaram a liderança da I Liga. Um dia depois do adiamento do jogo devido ao forte vento na Choupana, e num relvado muito pesado, Nuno Santos marcou o primeiro golo, ao minuto 43, enquanto Jovane Cabral fixou o resultado final aos 90’. A ventania que fez adiar a partida por um dia mal se fez sentir durante todo o duelo, mas as chuvas que caíram intensivamente nos últimos dias, e esporadicamente antes e durante o jogo, tornaram o relvado muito difícil para a circulação da bola junto à relva. Ambas as equipas já previam um cenário como aquele que vieram encontrar, pelo que o jogo directo e as bolas paradas foram as armas prediletas, em especial para o Sporting que, como era de esperar, assumiu desde muito cedo as despesas do jogo. Sem capacidade para chegar na frente com rapidez, os verde-e-brancos foram tentado à meia distância, ou então cruzamentos que foram morrendo na defesa insular ou então nas mãos de Daniel Guimarães. O adiantamento das linhas alvi-negras permitiu ao Sporting usufruir de mais espaços, com a profundidade a ser dada à exploração de Pedro Gonçalves, que aos 65 desperdiçou uma excelente oportunidade para fazer o 2-0. Após tirar um adversário da frente, ficou com a baliza à sua mercê, mas o melhor artilheiro da Liga rematou por cima.

{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in INTERNACIONAL