Connect with us

REPORTAGEM

SABIA QUE NÃO ERA TREINADOR DESTE PRESIDENTE

SABIA QUE NÃO ERA TREINADOR DESTE PRESIDENTE

Menos de 18 horas depois de ter falhado a qualificação dos Mambas ao CAN dos Camarões-2021, na sequência da derrota caseira diante de Cabo Verde por 1-0, em jogo da última jornada do Grupo “F”, o técnico luso-moçambicano Luís Gonçalves foi demitido do cargo de seleccionador pela Federação Moçambicana de Futebol.

 

Na hora de olhar para os 19 meses em que esteve na condução da Selecção Nacional de Futebol, Luís Gonçalves afirma que, agora que a FMF prescindiu dos seus serviços, pode assumir, publicamente, que esteve à frente dos Mambas desde 16 de Dezembro de 2019 a 31 de Março de 2021 a saber que não era o treinador que Feizal Sidat gostaria de ter escolhido para orientar o “onze” nacional.

NÃO ERA TREINADOR DE SIMANGO NEM DE FEIZAL

A 17 de Agosto de 2019 Luís Gonçalves era apresentado como seleccionador nacional de futebol por Alberto Simango Jr, na altura presidente da FMF. O técnico assumia o cargo num momento particularmente crítico para os Mambas, em particular, mas também, e de forma geral, para o futuro da gestão do futebol nacional, visto que a qualquer momento devia ser marcada uma Assembleia-Geral eleitoral, com potencial de provocar mudanças na estrutura directiva da FMF.

Por: NARCISO NHACILA
Fotos de Arquivo

{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUBLICIDADE
Publicidade

More in REPORTAGEM