Connect with us

REPORTAGEM

O ENORME LEGADO DE UM HOMEM DO BASKET E DO JAZZ

O ENORME LEGADO DE UM HOMEM DO BASKET E DO JAZZ

Entre o desporto, basquetebol em particular, à música, na sua variante de jazz, Rui Hélder Benjamim Guilaze, de seu nome completo, deixou um enorme legado, que desafia os amantes dos desporto e cultura! O perecido jornalista e presidente da Associação de Basquetebol da Cidade de Maputo(ABCM) foi, na última quarta-feira, a enterrar no cemitério da Texlom, antecedido de um velório com uma moldura humana que superou o número de participantes permitido para o contexto actual do estado de calamidade.

Não era para menos, Guilaze, que cumpria o seu último mandato na ABCM, já com pretensões claras de concorrer à Liga Moçambicana de Basquetebol (LMB), efectuou várias mudanças na organização e competitividade do basquetebol da capital moçambicana, bem como um forte contributo na gestão e organização de provas nacionais e internacionais. Não menos importante, é a veia cultural, sobejamente conhecida, que tinha pelo jazz, com a qual fazia uma perfeita aliança com a sua profissão como jornalista. Os mais atentos devem lembrar-se do programa “Mozjazz”!

RUI HÉLDER DEIXA UMA MARCA INTERNACIONAL

Aníbal Manave, presidente da FIBA-África, foi uma das figuras que esteve no adeus ao Rui Hélder e partilhou parte do seu legado.

Por: DEANOF POTOMPUANHA
Foto de J. Machel

{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in REPORTAGEM