Connect with us

REPORTAGEM

ÚLTIMOS TRÊS DO MOÇAMBOLA DISPUTAM “LIGUILHA” POR UMA VAGA DE MANUTENÇÃO

Ganha consistência a ideia de que os três últimos classificados do Moçambola-2021 tenham de disputar, entre si, uma “liguilha” para apurar apenas uma equipa que deverá manter-se no Campeonato Nacional da I Divisão para a temporada de 2022, caso não seja possível organizar os campeonatos provinciais e, de seguida, as poules de apuramento ao próximo Moçambola ao nível de cada uma das três regiões do país.

O vice-presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) para a área da Alta-Competição, Amir Gafur, disse em entrevista ao nosso Jornal que a ideia foi apresentada pelo Departamento Técnico à Direcção Executiva e foi acolhida com agrado, mas que a sua implementação estaria dependente da evolução da situação da Covid-19 no país e das decisões que serão tomadas nos próximos dias pelo Presidente da República, Filipe Nyusi.

Para Amir Gafur, não há dúvidas de que no decorrente Moçambola-2021 serão despromovidas três equipas, em respeito ao estabelecido no respectivo regulamento de competições. Todavia, ainda de acordo com a fonte, caso não seja possível organizar os campeonatos provinciais e as poules regionais de acesso ao Moçambola-2022, para que esta prova não seja disputada por um número ímpar de equipas (11), terá de ser disputada uma “liguilha” entre os três últimos classificados de modo a que o vencedor seja a formação a manter-se na prova.

Por:NARCISO NHACILA
Fotos de Arquivo

{loadmodule mod_sppagebuilder,Leia mais…}

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in REPORTAGEM