Connect with us

NATAÇÃO

Estreia moçambicana longe dos lugares do pódio

Foto do Arquivo

Estreia moçambicana longe dos lugares do pódio

A estreia da Selecção Nacional de natação no Campeonato Africano de Seniores e Juniores, que decorre desde segunda-feira na capital ganesa, Acra, resume-se apenas na quebra de recordes internos em juniores masculinos (individual) e femininos (estafetas), visto que nenhum atleta logrou atingir o pódio.

O recorde nacional individual é de Caio Lobo, em 100 metros bruços, fixado em  1:07,69 minuto, em quinto lugar.

O recorde de estafetas foi batido em 4×200 livres pelo quarteto composto por Alicia Mateus (2:26,41), Sophie Fernandes(2:36,53), Filipa Xavier (2:38,97), Yusra Ribeiro (2:34,57). Estas marcas valeram cumulativamente 10:16,48 minutos e um sexto lugar.

Destaque vai também para a prestação, em estafetas 4×200 seniores femininos, para Denise Donelli (2:27,75), Larissa Gil (2:34,94), Maira Correia (2:41,06), Kyara Langa (2:51,69), que fizeram cumulativamente 10:35,44 minutos e que lhes valeram o quinto lugar. 

Enquanto isso, Filipa Xavier, em 400 estilos juniores femininos (6:01,24 minutos); Justino Pale, em 200 livres juniores masculinos (2:03,16; Denise Donelli, em 50 costas seniores femininos (32,33 segundos); Sophie Fernandes (36,31) e Maira Correia (37,00), estas duas últimas em 50 costas juniores femininos; obtiveram as melhores marcas pessoais.

A equipa técnica, constituída por Ana Lobo e José Ferrão, considera ter sido um bom início do campeonato.

Ontem, segundo dia de competições, estavam agendadas as provas de 50 metros mariposa femininos; 100 mariposa masculinos e femininos; 200 livres femininos; 400 estilos masculinos, 50 bruços masculinos e 200 bruços femininos; 800 livres masculinos e 4×100 livres estafetas mistas.

Jornalista Email: salvador.nhatumbo@snoticias.co.mz

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in NATAÇÃO