Connect with us

REPORTAGEM

CUSTOS DO RECURSO AO TAD FORÇAM SOLUÇÃO NEGOCIADA

Foto de Arquivo: Ganha forma uma solução negociada

CUSTOS DO RECURSO AO TAD FORÇAM SOLUÇÃO NEGOCIADA

Os elevados custos de submissão de um recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), em Lousane, Suíça, estão a fazer com que se coloque como prioridade uma solução negociada no caso do litígio entre a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e o seleccionador nacional, Luís Gonçalves, em face da condenação para pagar cerca de 24 milhões de meticais a que foi alvo o órgão reitor da modalidade no país, na sequência do provimento que a Federação Internacional de Futebol Amador (FIFA) deu ao protesto do técnico, com fundamento de ter sido injustamente demitido.

Para submeter o recurso no TAD a FMF teria que desembolsar cerca de 27.000,00FC (vinte e sete mil francos suíços), cerca de 1.875.000,00 (um milhão e oitocentos e setenta e cinco mil meticais). A juntar-se a este valor, para activar a assessoria de um escritório internacional de advogados para submeter o recurso o elenco de Feizal Sidat teria de pagar um mínimo de 10% do valor da causa. Ou seja, porque o valor da causa é de USD 374.000,00 (trezentos e setenta e quatro mil dólares norte-americanos), cerca de 24.000.000,00 (vinte e quatro milhões de meticais), então, os advogados cobrariam um mínimo de USD 37.000,00 (trinta e sete mil dólares), cerca de 2.400.000,00MT (dois milhões e quatrocentos mil meticais).

Leia mais em…https://flipbook.snoticias.app.co.mz/login.php

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUBLICIDADE
Publicidade

More in REPORTAGEM