Connect with us

MOÇAMBOLA

MOÇAMBOLA: UMA PARAGEM LONGE DE SER CONSENSUAL

Foto de Arquivo

MOÇAMBOLA: UMA PARAGEM LONGE DE SER CONSENSUAL

A paragem forçada do Moçambola no passado dia dois do mês corrente, após a disputa da terceira jornada devido aos compromissos da Selecção Nacional de Futebol, está longe de reunir consenso por parte de alguns clubes que militam na prova-mãe do futebol moçambicano.

São ao todo três semanas que poderão ocorrer mudanças no desempenho e ritmo competitivo por parte dos 12 emblemas que participam nesta prova. Por exemplo, os que tiveram um bom arranque, encararam as paragens longas como um “retrocesso” a consumação dos processos de consolidação dos planos traçados.

 Tal facto não é comungado com as equipas menos pujantes, ou aqueles que não têm encontrado resultados satisfatórios, estas encaram normalmente oportunidades como esta para efectuar uma introspeção e para limar algumas arrestas.

Alguns clubes queixam-se de alguns encargos financeiros que não estavam previstos com a observação da paragem, o que na sua óptica acaba por condicionar o trabalho planificado, facto que acarreta alguns custos.    

“Para mim fica difícil ganhar ritmo competitivo na província e não temos condições para fazer jogos de controlo fora por causa da limitação financeira que o clube atravessa. É preciso referir que apesar dos maus resultados que tivemos, a equipa já estava a registar algumas melhorias e, esta paragem tirou-nos esse ritmo”, disse Nacir Armando, treinador do Matchedje de Mocuba..

Refira-se ainda que Matchedje de Mocuba não teve a desejada preparação, tendo se limitado a treinar localmente e com equipas da II Divisão, portanto, abaixo do nível do Moçambola. Foi com essas equipas que disputou o Campeonato Provincial, a única alternativa de rodagem que teve antes do início da prova.

Leia mais em…https://flipbook.snoticias.app.co.mz/login.php

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in MOÇAMBOLA