Connect with us

MOÇAMBOLA

EFICÁCIA OFENSIVA DITOU A VITÓRIA

Eficácia ofensiva ditou a vitória expressiva da União Desportiva de Songo, num terreno difícil, contra o Ferroviário de Nampula, por expressiva marca de três bolas a zero, numa partida em que os simpatizantes locais auguravam um resultado positivo, em face da prestação que a equipa treinada por Nelson Santos vinha tendo desde o início do Moçambola.

Muita intensidade foi o que marcou o início deste jogo, onde as duas equipas não se preocuparam com estudo mútuo e como resultado os “hidroeléctricos”, aos cinco minutos, através de Lau King, abriram o activo, num lance em que a defensiva dos “locomotivas”, mostrou algumas fragilidades.

Para fazer face a este deslize e depois de sofrer um golo madrugador, o Ferroviário arregaçou as mangas e foi atrás do prejuízo e por diversas vezes esteve a beira de empatar o jogo, em algumas circunstâncias em que Chelito e Mário desperdiçaram oportunidades soberanas de marcar, nomeadamente aos 15 e 23 minutos, sendo que a última já se gritava golo  no “25 de Junho”.

O Ferroviário continuou a pressionar durante toda a partida, mas faltava a finalização desta pressão em golos, até que se chegou ao intervalo com os visitados a correr atrás do prejuízo.

No reatamento da partida, a equipa da casa continuou  pressionante e mais uma vez, aos 48 minutos, Mário demonstrou que não estava inspirado para fazer o golo, num lance em frente-a-frente com Ernan atirou fraco e sem direcção certa para o golo que seria uma cereja no cimo do bolo para alegria dos “locomotivas”.

Por Luís Norberto

Leia mais em…https://flipbook.snoticias.app.co.mz/login.php

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in MOÇAMBOLA