Chegou a hora de sair da Albânia

A os 29 anos de idade, completados na passada sexta-feira, o avançado internacional moçambicano Reginaldo Faite vive um dos melhores momentos na sua carreira futebolística.

Na Albânia, onde chegou no arranque da época 2016/17 pela porta do Luftetari, tornou-se no melhor marcador do campeonato recém-terminado, com 17 golos, e venceu a respectiva Taça, a segunda maior competição daquele país do leste da Europa. No jogo da final da Taça da Albânia Reginaldo Faite foi, inclusive, o autor do golo da vitória sobre o KF Tirana, por 2-1, desempatando o resultado de 1-1 que se verificava até aos 80 minutos. Depois de uma época vistosa, em que foi decisivo em muitos jogos da sua equipa, que aliás foi vice-campeã, o goleador diz que chegou o momento de bater com as asas e enfrentar mais uma aventura. O clube de destino ainda não está claro, mas seguro é que quando arrancar a época 2019/20, no próximo mês de Agosto, o jogador, nado na cidade de Quelimane, província da Zambézia, já não estará na Albânia. É essa a certeza que tem e é isso que ele mesmo quer, até porque será, para o clube com o qual chegar a acordo, um jogador barato, visto que terminou o seu vínculo contratual com o Perparimi Kukesi e está livre de ser ele mesmo a decidir sobre o futuro.

Por: NARCISO NHACILA
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Fotos: Arquivo do Entrevistado

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Opinão

Publicidade