CANÁRIO MAIS LÍDER

CANÁRIO MAIS LÍDER

O Costa do Sol cimentou a liderança no Moçambola-2019, vencendo em Nacala o Ferroviário local por...

Eles dizem não a xenofobia e sim ao ubuntu!

Eles dizem não a xenofobia e sim ao ubuntu!

A morte de Nelson Mandela ou Tata Madiba, como era tratado por muitos, figura icónica que combateu...

QUERO CHEGAR À EQUIPA PRINCIPAL DO SPORTING

QUERO CHEGAR À EQUIPA PRINCIPAL DO SPORTING

Sabe que não será fácil. Mas o jovem de quem se fala desde terça-feira não esconde a sua ambição a...

NÍVEL DE CORRUPÇÃO NA ARBITRAGEM PODE SER MAIS ELEVADO ATÉ DEZEMBRO

NÍVEL DE CORRUPÇÃO NA ARBITRAGEM PODE SER MAIS ELEVADO ATÉ DEZEMBRO

Na sequência da nossa Reportagem sobre a arbitragem na nossa edição anterior surgiram várias...

Mais um exemplo de equipas que só vêm espreitar e voltar

Atanásio Zandamela
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Arrisco-me a escrever estas linhas mesmo sabendo que pode haver mudanças no próximo domingo quando o Moçambola terminar. Escrevo antes da confirmação da iminente despromoção da formação da Universidade Pedagógica de Manica que, por essa via, poderá juntar-se ao Sporting de Nampula na despromoção. Escrevo porque se tal acontecer repete-se o cenário de 2017 para 2018 no qual dois dos três promovidos (Associação Desportiva de Macuácua e Universidade Pedagógica de Niassa) voltaram para onde haviam saído em apenas um ano.

Escrevo porque em parte percebe-se que regressam à proveniência porque não se prepararam como deve ser para a principal prova do país. E a mim, em particular, continua me preocupando o apuramento de equipas que não fizeram o mínimo de contas das exigências da competição que vão disputar.

Na UP Manica em nenhum momento falou-se publicamente de problemas salariais que são frequentes nos restantes clubes, mas a verdade é que os “pedagogos”, depois de terem dado um pouco de ar da sua graça na primeira volta, perderam-se com o tempo que nem Aleixo Fumo conseguia milagres, caindo aos poucos. Pior é a situação do Sporting, que já entrou para o Moçambola com muitos problemas, com destaque para os financeiros. Trocou treinadores, mas debalde, o leão não deu nenhum rugido e com 29 jogos só tinha 20 pontos – só quatro vitórias, oito empates e 17 derrotas – foi o primeiro a dizer adeus Moçambola.

Leia mais...

Publicidade

Moçambola 2019

Publicidade

Publicidade

Moçambola 2019

Pos Equipe J Pts V E D GM GC
1. C. do Sol 18 33 10 5 3 30 15
2. UD Songo 17 31 10 2 5 22 12
3. Fer. Beira 18 29 9 4 5 20 12
4. Textafrica 18 27 8 4 6 15 19
5. ENH 17 26 7 7 3 20 18
6. Fer. Maputo 18 25 8 6 4 19 10
7. Fer. Nacala 18 25 7 5 6 17 18
8. Chibuto 18 24 8 2 8 18 17
9. Des. Maputo 18 23 7 4 7 24 17
10. Incomáti 18 21 6 6 6 17 18
11. LD Maputo 18 20 6 4 8 14 17
12. Maxaquene 18 19 5 6 7 19 20
13. Nacala 17 18 5 5 7 16 19
14. Fer. Nampula 17 13 3 5 9 15 24
15. B. de Pemba 18 12 3 5 10 12 26
16. Têx. Púnguè 18 10 2 6 10 10 26
Maxaquene 0 : 0 C. do Sol
UD Songo 2 : 0 B. de Pemba
Des. Maputo 1 : 2 Fer. Beira
Nacala 0 : 2 Maxaquene
Chibuto 2 : 0 Fer. Nampula
C. do Sol 1 : 0 LD Maputo
ENH 1 : 0 Fer. Nacala
Textafrica 1 : 1 Têx. Púnguè

Opinão

Publicidade

  • Publicidade

Temos 185 visitantes e 0 membros em linha

Facebook